Itália – Dicas De Viagem e Turismo

A Itália é um dos destinos turísticos mais famosos do mundo. Porém, só se tornou um estado unificado em 1861, tendo como consequência o fato de os Italianos sentirem mais lealdade pela sua região do que pela sua nação como um todo; isso se manifesta em suas diferentes culinárias, dialetos, paisagens e variadas formas de vida.

=> Veja nossas dicas de viagem para conhecer Tel Avive Israel

=> Encontre passagens aéreas em ofertas para vários destinos aqui


Veja Também:




Uma característica única e nacional de todo italiano é abraçar e aproveitar a vida ao máximo. Isso se manifesta nas centenas de festivais que ocorrem no país ou em algum dia de comemoração de um santo, além da importância à boa culinária, na obsessão com roupas e imagem, e nos rituais diários e coletivos de passeios noturnos, chamados de passeggiata: um hábito que é realizado por jovens e adultos em praticamente todas as cidades e vilarejos do país.

Visão geral da Itália

A região de Toscana, sozinha, tem mais monumentos históricos registrados do que qualquer outro país do mundo. Existem também resquícios consideráveis do Império Romano por todo o país, notavelmente na própria Roma.

Cada região retém suas próprias relíquias de uma tradição artística que costuma ser reconhecida dentre as mais ricas do mundo.

Se você apenas quer se refrescar ou apreciar a paisagem e não se interessa tanto em monumentos e história, as regiões que serão citadas devem te animar na sua viagem. Existem vários lugares para apenas deitar na praia.

Os resorts fornecem ótimos lugares para essa atividade, mas há a opção de procurar lugares mais isolados ou menos desenvolvidos para aproveitar a paisagem.

Se você procura um local para passar um feriado ativo, não tem lugar melhor que nas montanhas. Dos Alpes e Dolomitas no norte direto aos montes Apeninos, onde a ponta da península é formada, esportes de inverno, como o esqui, são praticados intensamente e a variada vida selvagem prospera nos parques nacionais de todo o país.

Regiões e atividades 

Roma, a capital da Itália, é uma cidade impressionante, é o lugar com mais vistas históricas do país. A região do Lazio é a região mais pobre e, às vezes, mais vazia, é onde encontramos paisagens acidentadas e ásperas, particularmente ao sul de Roma, o que constrasta com as belezas maquiadas de outras regiões centrais.

As regiões de Piemonte e Lombardia, ao noroeste, compõem a parte mais cosmopolita e rica do país, com dois centros principais: Turim e Milão.

As Dolomitas se estendem até as regiões nordeste de Veneto e Friuli-Veneza Giulia. Entretanto, o principal ponto de interesse nessa região é a cidade de Veneza. É uma cidade única e que faz jus à sua reputação, e por ser tão famosa, costuma receber muitos visitantes.

Se as multidões te incomodam, existem também várias cidades históricas fora de Veneza como Verona, Pádua e Vicenza, todas consideradas centros de interesse, mesmo que ofuscadas pela vizinha.

A Itália Central representa, talvez, a imagem mais conhecida do país: Toscana com seu interior típico e clássico, além de Florença, Pisa e Siena, com arte em abundância. Todas elas são destinos muito conhecidos e os mais visitados da região.

O sul da Itália começa na região de Campânia. Sua capital, Nápoles, é uma cidade inesquecível, é o coração espiritual do sul do país. É próxima de sítios históricos muito antigos como Pompéia e Herculano.

Quanto à Sicília, a ilha é realmente um local bem diferente, pois apresenta uma grande mistura de atrações, desde tesouros Helenísticos em ótima preservação até algumas lindas praias com resorts em Taormina e Cefalu.




Quando viajar para a Itália?

Se sua intenção é visitar algumas áreas populares como resorts nas praias, evite Julho e, principalmente, Agosto, pois é quando a temperatura pode estar muito quente e as multidões atrapalham a experiência. Em Agosto, quando a maioria dos italianos estão aproveitando os feriados, é esperada a dificuldade de conseguir vagas nos resorts; porém, nas cidades históricas a situação muda; nessa época, elas chegam a ficar artificiais por ter mais turistas que habitantes circulando.

A melhor época para visitar em relação ao tempo e às multidões é de Abril a Junho ou de Setembro a Outubro. Se planeja nadar, certifique-se de visitar o sul do país na época de Maio a Setembro, pois é quente o bastante para isso.

Estadia na Itália

A Itália tem os hotéis mais memoráveis da Europa. Existem desde hotéis grandiosos cheios de glamour da belle-époque até hotéis boutique com design contemporâneo.

Em locais cheios em algumas épocas do ano, é comum ter que deixar reservas de no mínimo de três noites. Além disso, os proprietários vão adicionar o preço do café da manhã, mesmo que você não queira. Tente optar apenas pela acomodação. É possível comer por um preço menor em lanchonetes ou em bares.

Existe a alternativa dos albergues. Uma famosa rede internacional de hostel se faz presente em várias localidades do país, desde os que são mais voltados para a família até os que são focados na vida jovem nos centros das cidades, além de opções para os mochileiros.

Em algumas cidades é também possível obter estadia em locais para estudantes italianos, alugados, pelos próprios, no verão. Esse tipo de acomodação é mais comum de ser encontrado entre Julho e Agosto e costuma ser de quartos individuais mais barata que em um quarto comum de hotel. Procure reservar com uma boa antecedência.

 

itália

Conclusão

            Assim como qualquer viagem que for fazer, prepare-se bem em relação à estadia e às visitas aos pontos turísticos. Com as dicas dadas aqui, temos certeza que seu planejamento terá um rumo mais definido.

Tenham uma ótima viagem!

CLIQUE AQUI e confira tudo sobre Passagens Aéreas Baratas Promoção AZUL!

=> Quer encontrar passagens aéreas em ofertas incríveis? Clique Aqui.

 

Itália – Dicas De Viagem e Turismo
5 (100%) 1 voto


Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *